Restaurante da Zona Norte faz sucesso com corte especial de picanha






Com "show" de garçons, estabelecimento promove curso aos funcionários para ensinar técnica de fatiar carne rapidamente. Vídeo faz sucesso na internet
No ramo das carnes, não basta manter ponto ideal, tempero, temperatura e sabor das peças em perfeita harmonia. É preciso inovar na forma de servir. Foi isso que identificou o proprietário do restaurante Picanha do Gaúcho, em Santana, Joceli Nardi, de 41 anos. 
Um vídeo com um dos garçons que trabalha no estabelecimento fatiando rapidamente um pedaço de picanha está fazendo sucesso na internet. Já está com mais de 65 000 compartilhamentos e 45 000 curtidas no Facebook.
Com vinte anos de experiência no ramo da gastronomia, Nardi começou o negócio ao lado do irmão. Devido à velocidade que ambos precisavam ter para cortar as carnes servidas ao clientes, ele desenvolveu essa técnica de fatiar a peça já assada em pequenos e superfinos pedaços utilizando duas facas.
Atualmente, a casa conta com vinte funcionários. Todos aprenderam o estilo. "Quando chega uma pessoa nova, rola um treinamento até que ele possa servir os clientes na mesa", afirma Nardi. Como teste, os novatos cortam a carne para a própria equipe na hora das refeições, antes ou depois do expediente.
Muitos fregueses solicitam a peça de picanha e são surpreendidos pelo corte feito pelos garçons. Na sequência, costumam fazer um novo pedido para comer, é claro, e aproveitar para registrar a técnica com celulares e câmera de vídeo.
Quem quiser experimentar o prato servido no restaurante Picanha do Gaúcho paga 16,90 reais por uma porção individual com aproximadamente 200 gramas de carne. Vem acompanhada de farofa e vinagrete.
Por: Veja São Paulo - 05/02/2015 às 16:01 - Atualizado em 05/02/2015 às 16:12